Queda de cabelo: 3 tratamentos naturais para erradicar a perda dos fios

Queda de cabelo: 3 tratamentos naturais para erradicar a perda dos fios

Você percebeu que está perdendo cabelo e não sabe como preservar sua cabeleira? Não se preocupe, OhMyMag traz 3 tratamentos naturais para erradicar a perda dos cabelos.

Tratamento com óleos essenciais contra a queda de cabelo

Os óleos essenciais têm diversos benefícios para diferentes áreas. Eles são particularmente indicados para combater a queda dos cabelos graças a sua ação na circulação sanguínea que estimula os folículos pilosos. Eles reforçam as raízes e evitam a queda dos cabelos.

Você pode buscar óleos essenciais de coco, amêndoas ou rícino em lojas de produtos naturais ou em sites especializados. Você também pode preparar seus próprios óleos essenciais com tutoriais que te indicarão como proceder.

O método é simples: aplique o equivalente a uma colher de café em todo o couro cabeludo e massageie delicadamente com os dedos por uns dez minutos. Lave com água limpa e passe um shampoo clássico. Você pode fazer esse tratamento 2 ou 3 vezes por semana.

Tratamento com alecrim contra a queda de cabelo

Leia também: queda de cabelo solução

O alecrim é uma planta benéfica em muitos aspectos. Ele é particularmente eficiente para a queda de cabelo, já que favorece o crescimento. Você pode usá-lo sob diferentes formas, mas a mais ativa ainda é a loção.

LEIA TAMBÉM
Estudo indica qual corte de cabelo combina melhor com a proporção do seu rosto
Para fazer você mesmo sua loção, pegue 30g de folhas de alecrim e deixe infundir em 1 litro de vinagre de cidra por uns 10 dias. Filtre o líquido obtido e coloque-o em um frasco.

Aplique a loção todos os dias durante 2 semanas antes do shampoo colocando uma pequena quantidade nas raízes e massageando o couro cabeludo por alguns minutos.

Tratamento com beterraba contra a queda de cabelo

A beterraba é um legume saudável não só para o organismo, mas também para o couro cabeludo. Ela estimula o crescimento e freia a queda dos cabelos graças às numerosas vitaminas que contém. A beterraba também te garante cabelos fortificados e brilhantes. Você pode consumi-la em todas as suas formas: salada ou suco na alimentação, mas também como máscara a ser aplicada diretamente no couro cabeludo.

Para fazer uma máscara de beterraba, ferva folhas de beterrabas com henna até formar uma espécie de massa que você pode espalhar nas raízes e nos fios. Deixe agir de 15 a 20 minutos e lave abundantemente com água limpa antes de passar o shampoo.

1 de outubro de 2018 16:00 • Bruna Moura

Leia também
Mulher vai ao hospital sentindo dores no estômago e médicos ficam perplexos com o que encontram
Dica de beleza: com que frequência você deve lavar os cabelos?
Estudo afirma que homens carecas são mais sedutores. Será?
Óleo de rícino: como usar esse óleo para o crescimento dos cabelos?
Senhor de 92 anos tinge seu cabelo para ficar combinando com seu sobrenome
Os genes que determinam a cor do cabelo podem ajudar na cura de algumas doenças
Garotinha chama atenção na internet por causa de seus cabelos
Deformada, mulher beirou a morte por causa de uma coloração para cabelos
Penteados para cabelos curtos: os 20 melhores cortes femininos
Cabelo da Miss África em chamas torna-se viral nas redes sociais
Seria “raio Dualipatizador” a mais nova sensação entre as famosas?

Neste salão de beleza, os pais aprendem a pentear as filhas

O marido aceitou cortar o cabelo pela primeira vez em 20 anos. Veja o resultado

Conteúdo patrocinado

Isto obriga o açúcar do sangue baixar e as dores sumirem
(Ciência Mais)

O segredo asiático que obriga a pele a não ter rugas
(www.amobeleza.com)

Citroën Aircross – Conheça a confortoterapia
(Citroën)
SAUDE
Página inicialBelezaColoracao

Play Video
Deformada, mulher beirou a morte por causa de uma coloração para cabelos

Aos 19 anos, Estelle quase morreu por causa de substâncias alergênicas presentes em sua coloração.

Alguns dias atrás, uma estudante de Val-de-Marne na França viveu um verdadeiro horror. Com a cara deformada, ela esteve perto da morte por causa de uma substância alergênica presente na tintura marrom que ela usou no cabelo. Conhecida por sua natureza perigosa, a parafenilenodiamina (ou PPD) é proibida em muitos cosméticos, mas ainda é autorizada nas colorações de uma grande marca de beleza. Por quê? Porque esse elemento químico permite, a priori, fixar o marrom no cabelo.

Por causa deste produto, a jovem se transformou ao longo das horas. Por vários dias seu rosto continuou a inchar: “Eu me senti como um pote” , disse Estelle, a parisiense. O diâmetro de sua cabeça passou de 56cm (tamanho médio) a 63cm. No caminho para a emergência , seu coração ficou acelerado, sua língua inchada, ela mal conseguia respirar. Foi só quando ela foi cuidada pelos médicos que ela começou a desinchar.

Leia também: Biotina

Leia também: Biotina

Biotina: conheça os benefícios para os cabelos, pele e unhas
Nutriente também ajuda na melhor absorção de outras substâncias e é bom para quem tem diabetes

O amendoim possui boas quantidades de biotina – Foto: Getty Images
A biotina é uma vitamina do complexo B. Ela também é conhecida como vitamina B7 e vitamina H. Trata-se de uma vitamina hidrossolúvel produzida no intestino pelas bactérias e obtida por meio da alimentação.

Assim como outras vitaminas do complexo B, a biotina está relacionado ao metabolismo das gorduras, carboidratos e proteínas. Ela também é essencial para a saúde da pele, unhas e cabelos.

Leia também: Biotina funciona

Benefícios comprovados
Bom para a pele: A biotina é muito benéfica para a pele, isto porque ela ajuda no metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras o que acaba melhorando a saúde da pele. A ausência da biotina pode fazer com que a pele fique seca, escamosa e com vermelhidão em volta da boca e nariz.

Bom para o cabelo: A ausência da biotina pode causar a queda de cabelos e também fazer com que os fios fiquem enfraquecidos. Ainda não é certa a relação entre o nutriente e os cabelos, mas alguns especialistas acreditam que a biotina tem relação com a produção de queratina, proteína que compõe o cabelo.

Bom para as unhas: A falta de biotina pode enfraquecer as unhas. Alguns especialistas acreditam que isto ocorre porque o nutriente tem relação com a produção de queratina, proteína que compõe as unhas.

Ajuda na absorção correta dos nutrientes: A biotina, juntamente com outras vitaminas do complexo B, contribui para o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas, fazendo com que o corpo os absorva da melhor maneira.

Saiba mais: Sete cuidados com o couro cabeludo garantem cabelos mais bonitos e saudáveis
Benefícios em estudo
Bom para quem tem diabetes: Como a biotina ajuda a metabolizar melhor os carboidratos, alguns estudos apontam que a biotina pode ser interessante para diabéticos. Contudo, ainda são necessárias mais pesquisas para se comprovar este benefício.

Deficiência de biotina
A deficiência de biotina é extremamente incomum porque este nutriente está muito presente na alimentação. Contudo, quando acontece os sintomas da ausência do nutriente são: fraqueza nas unhas e cabelos, calvície, pele seca e escamosa e vermelhidão em volta do nariz e da boca. Outras complicações que podem ocorrer são conjuntivite, dermatite exfoliativa, dores musculares e lassidão, acompanhada de aumento da glicemia.

Combinações da biotina
Para proporcionar os benefícios mencionados, a biotina precisa ser ingerida com as outras vitaminas do complexo B. Além disso, é importante que ela faça parte de uma dieta balanceada.

Fontes da biotina
As principais fontes de biotina são o amendoim, as nozes, o tomate, a gema do ovo, a cebola, a cenoura, alface, couve-flor e amêndoa. A carne vermelha, o leite, as frutas e as sementes também contam com o nutriente.

Varizes: sintomas, tratamentos e causas

Varizes: sintomas, tratamentos e causas

O que é Varize?
Varizes são veias com tortuosas, dilatadas e insuficientes. Qualquer veia pode ficar varicosa, mas é mais comum as varizes afetarem as pernas e pés – isso porque ficar em pé parado ou assentado por longos períodos aumenta a pressão nas veias da parte inferior do corpo.

Para muitas pessoas, as varizes e vasinhos (uma variação mais leve de varizes) são uma preocupação puramente estética. Para outras pessoas, varizes podem causar dor, desconforto e até mesmo problemas mais graves, como aumentar o risco de doenças circulatórias. O tratamento pode envolver medidas de autocuidado ou procedimentos para fechar ou remover as veias.

Causas
Varizes são veias dilatadas que geralmente ocorrem na parte mais superficial da pele. A causa mais comum de varizes é a influência genética, uma vez que existe forte predisposição familiar. Pode-se herdar veias mais frágeis que com a idade e fatores de risco predispõem ao aparecimento das varizes.

Menos comumente, as varizes podem ser um sinal de um problema mais grave que pode, por vezes, precisar de tratamento. Estes problemas graves podem incluir:

Coágulos de sangue ou bloqueio nas veias
Veias profundas danificadas
Vasos sanguíneos anormais (fístulas arteriovenosas)
Tumores (muito raramente).
Saiba mais: Exercícios ajudam no tratamento das varizes
Fatores de risco
Os fatores que aumentam o risco de desenvolver varizes incluem:

Gravidez
Ser do sexo feminino
Idade avançada
Excesso de peso e obesidade
História familiar de varizes
Passar muito tempo em pé
Condições que aumentam a pressão no abdômen, tais como doenças do fígado, líquido no abdômen ou insuficiência cardíaca
Fístulas arteriovenosas
Passado de Trombose venosa Profunda.
Sintomas
Sintomas de Varizes
As varizes podem não apresentar sintomas além de do aparecimento de veias tortuosas, dilatadas e azuladas logo abaixo da pele. Se você apresentar sintomas de varizes, eles podem incluir:

Dor, ardor, ou sensação de peso nas pernas, que podem ser mais acentuados no fim do dia
Leve inchaço, geralmente envolvendo apenas os pés e tornozelos
Coceira na pele sobre a veia varicosa.
Os sintomas mais graves de varizes são:

Acúmulo de líquido e inchaço na perna
Inchaço e panturrilha com dor significativa após ficar sentado ou em pé por muito tempo
Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas
Pele seca, esticada.
Os sintomas de varizes pode se tornar mais graves alguns dias antes e durante o período menstrual.

Diagnóstico e Exames
Buscando ajuda médica
Alguns cuidados, como fazer exercícios, elevar as pernas ou usar meias de compressão, podem ajudar a aliviar a dor das varizes e impedir complicações. Mas, se os sintomas não passarem após essas medidas ou há preocupação com relação às complicações das varizes, busque ajuda médica.

Na consulta médica
Especialistas que podem diagnosticar e acompanhar varizes são:

Angiologista
Cirurgião vascular.
Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.
O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

Leia também: Varicell

Quando você notou as varizes?
Você sente alguma dor? Caso sinta, quão grave é a dor?
O que, se alguma coisa, parece melhorar os sintomas?
Alguma coisa parece piorar os sintomas?
Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para varizes, algumas perguntas básicas incluem:

O que está causando os sintomas?
Quais são as outras causas possíveis para as varizes?
Quais exames são necessários?
Como são tratadas as varizes?
Quais são as alternativas para a abordagem primária que você está sugerindo?
Tenho outras condições de saúde. Como posso gerenciar essas condições juntas?
Devo fazer alguma restrição?
Há algum material impresso que eu possa levar para casa comigo? Quais sites você recomenda visitar?
Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Varize
As varizes geralmente são diagnosticadas fazendo apenas uma análise da pele e aparência das veias. Durante o exame físico, o médico ou médica irá examinar suas pernas, pés ou quaisquer outras áreas afetadas. Ele ou ela vai buscar sintomas inchaço, alterações na cor da pele, úlceras e outros sinais de ruptura da pele. Para estudar o fluxo de sangue, você pode precisar mover suas pernas em posições diferentes.

Se há suspeita de varizes, após um bom exame clínico você poderá fazer um exame de ultrassom Doppler Colorido Venoso de Membros inferiores.

Tratamento e Cuidados
Tratamento de Varize
Para a maioria dos casos, as varizes podem ser tratadas com medidas de autocuidado, tais como:

Exercício físico
Emagrecimento
Evitar o uso de roupas apertadas
Elevar as pernas sempre que possível
Evitar longos períodos em pé ou sentado.
Meias de compressão também podem ser usadas para o controle das varizes. Elas fazem uma compressão mais forte no tornozelo que vai diminuindo em direção à coxa ajudando a direcionar o retorno do sangue venoso de volta ao coração. A quantidade de compressão varia por tipo e marca. Ao comprar meias de compressão, certifique-se de que elas sirvam corretamente. Meias de compressão devem ser fortes, mas não necessariamente apertadas.

Além destas medidas básicas, pode ser que precise fazer um desses tratamentos:

Escleroterapia
Cirurgia, que são individualizadas para cada pessoa: pode-se usar a cirurgia convencional, laser, radiofrequência, espuma eco guiada ou mini cirurgia com anestesia local, de acordo com a evolução da doença. Por isto recomenda-se cuidar o mais precoce possível para que o tratamento seja o mais simples.
As varizes que se desenvolvem durante a gravidez geralmente melhoram sem tratamento médico dentro de três a 12 meses após o parto.

Como tratar varizes

Medicamentos para Varize
Os medicamentos mais usados para o tratamento de varizes são:

Diosmin
Hemovirtus
Hirudoid
Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Convivendo (prognóstico)
Convivendo/ Prognóstico
Se você tem varizes, é possível controlar o problema e evitar complicações com medidas simples:

Usar meias de compressão
Praticar exercícios
Manter um peso saudável
Elevar as pernas
Evitar longos períodos sentado e de pé.
Varizes superficiais às vezes podem causar problemas leves, como hematomas ou hemorragias. Pequenos coágulos de sangue podem se formar ocasionalmente nas veias superficiais (flebite superficial). A maioria destes problemas pode ser tratado de forma segura em casa.

Em caso de contusão, eleve a perna e aplique gelo ou compressa fria nas primeiras duas horas após o ocorrido. Isso pode ajudar a reduzir a quantidade de sangramento sob a pele e minimizar hematomas
Se você arranhar ou cortar a pele sobre uma veia, pode sangrar muito. Eleve sua perna e aplique uma pressão firme com um curativo limpo sobre o local do sangramento. Continue a aplicar pressão durante 15 minutos. Se o sangramento não parou após 15 minutos, aplicar a pressão de novo durante mais 15 minutos. Você pode repetir esse procedimento até três vezes para um total de 45 minutos
Se você percebeu que se formou um coágulo de sangue em uma veia varicosa superficial (flebite superficial), procure ajuda médica e siga as instruções.
Complicações possíveis
Complicações das varizes incluem:

Ulcerações
Coágulos que podem levar a uma trombose venosa profunda e eventualmente embolia pulmonar e morte
Sangramentos
Pele seca, esticada, inchada e com coceira
Pele fina frágil, que se machuca facilmente
Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas
Infecções fúngicas e bacterianas, que podem surgir a partir de problemas de pele decorrentes do acúmulo de líquidos (edema) na perna
Aumento do risco de infecção dos tecidos (celulite).
Prevenção
Prevenção
Não é possível evitar totalmente o aparecimento de varizes. No entanto, é possível melhorar a circulação e reduzir o risco de desenvolver complicações. As mesmas medidas que tratam o desconforto das varizes podem ajudar a prevenir o problema. Veja:

Praticar exercícios
Manter o peso saudável
Comer um alto teor de fibras
Reduzir o consumo de sal
Evitar saltos altos ou sapatilhas e meias apertadas
Elevar as pernas
Evitar ficar muito tempo na mesma posição.

Suco verde da horta e pomar

Suco verde da horta e pomar

Suco verde é sempre bem-vindo. Com ingredientes da horta, traz hidratação estruturada, nutrição e eliminação de toxinas. Agora, estes poderes foram reunidos à funcionalidade e sabores que vêm do pomar.

Leia mais:
Rins a mil – Ao mesmo tempo em que hidrata, melancia purifica
Suco detox de melancia e gengibre – Aproveite este detox termogênico

Fora do prato, parece outra pessoa.

Quer dizer, outro alimento.

Ou seja, mais uma oportunidade de contar com seu poder.

A couve é anti-inflamatória, cicatrizante e ajuda a fixar o cálcio nos ossos.

Isso sem mencionar os benefícios estéticos.

Rica em antioxidantes como vitamina C, e ainda vitaminas A e K, a hortaliça ajuda a retardar rugas e o processo de envelhecimento.

Leia também: suco verde receita

É claro que dela vem a cor do meu suco verde.

Da parte da horta, ainda contamos com o pepino.

Dele também extraímos fitoesteróis, conhecidos em reduzir o nível de açúcar no sangue.

Além de fibras, que ajudam na limpeza do trato intestinal, promovendo um detox no organismo.

O sabor forte dos vegetais pode afastar muita gente de tantos benefícios.

Por isso, vamos enriquecer o preparo com os sabores do pomar, com abacaxi, melão e maçã verde.

Leia também: Kifina funciona

Com grande conteúdo de água, esta seleta garante mais hidratação ainda, na forma sólida – saiba mais aqui.

E ainda é especialmente diurética, o que dá um reforço na luta contra a retenção de líquidos.

Destaque para a pectina, fibra solúvel que vem da maçã.

Leia também: Phytophen funciona

No estômago, ela se transforma em uma espécie de gel, que arrasta a gordura para fora do organismo.

A receita a seguir rende uma porção, com 227 Kcal.

Suco verde da horta e do pomar

Ingredientes
1 xícara (chá) de abacaxi em cubos
½ xícara (chá) de melão em cubos
1 maçã verde
1 pepino
Suco de ½ limão
3 folhas de couve
1 ramo de hortelã
½ xícara (chá) de água
3 pedras de gelo

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Modo de preparo
Corte as frutas em cubos.
Retire a parte do meio das folhas de couve.
Bata frutas, pepino e água no liquidificador.
Acrescente hortelã, couve e gelo e bata até triturar completamente.
Coe e sirva imediatamente.